PRINCIPIOS OPERACIONAIS

 

A Pesca é uma atividade que, reconhecidamente, apresenta os seus riscos. Todos os Pescadores e Mariscadores Açorianos arriscam as suas vidas diariamente para trazer os melhores produtos a terra.

Contudo, com os avanços da tecnologia, o risco tem sido melhor controlado. Os avanços na Meteorologia, o uso de GPS, as telecomunicações, o desenho das embarcações, fiabilidade dos motores e formação dos pescadores e apanhadores têm contribuído para o aumento da segurança.

Situado no Atlântico, o Arquipélago dos Açores apresenta características climatéricas muito próprias. Tal condiciona parte das companhas de pesca, principalmente as mais longínquas da costa e as marisqueiras. De facto, o cliente tem que estar ciente deste facto, particularmente quando se equaciona o marisco que ocorre na zona infralitoral e de forte hidrodinamismo, como as cracas e as diferentes espécies de lapa. Aqui, mesmo que o mar apresente condições favoráveis para outras artes de pesca desenvolverem a sua atividade, a atividade da apanha de marisco pode apresentar riscos de acidentes graves.

A Flying Fish Azores, Lda. tenta minimizar os riscos para todos os que com ela colaboram diretamente, obedecendo a todas as regras de segurança relativas ao mergulho em apneia. Tal, aliado a anos de experiência, permite capturas em segurança em condições que, a muitos parecem impossíveis ou arriscadas. Contudo, e em última análise, obedece-se à máxima comum a todas as artes de pesca: “não há peixe que valha uma vida”.