FILOSOFIA

 

É reconhecido que os produtos do mar dos Açores são de excelência. No entanto, os fatores que levam a que a qualidade seja icónica são aqueles que dificultam a sua produção e escoamento. O facto de sermos geograficamente uma região ultraperiférica, aliadas a algumas particularidades sócio-económicas e climatéricas, leva a que todos os investimentos e “know-how” estejam muito bem sintonizados com os diferentes apoios que o Governo Regional do Açores dispõe, afim de levar ao consumidor final um produto da mais alta qualidade com regularidade.

As normas vigentes nos Açores permitem uma atividade piscatória de uma forma que se pode caracterizar de artesanal, sem renunciar a exigentes normas de como lidar com o produto. O facto de ser uma pesca artesanal significa, a nosso ver, uma mais valia. Isto porque os nossos pesqueiros não são infinitos e todos os que vivem do mar devem perceber esta condicionante e trabalhar o produto de forma a minimizar desperdícios e zelar pelos habitats. É com esta premissa em mente que operamos e que visamos trabalhar: com qualidade em detrimento da quantidade. Os nossos mares e o nosso modo de vida merecem e dependem desse respeito.

 

OBJECTIVOS

 

Como empresa, visamos estabelecer relações comerciais duradouras e sólidas. Esta forma de operar permite, por sua vez, uma boa relação com os profissionais da pesca locais, beneficiando todas as partes envolvidas no negócio.

Acreditamos que podemos trazer mais poder económico aos profissionais deste sector na Região Autónoma dos Açores, dos quais fazemos parte, ajudando uma área que luta com algumas dificuldades a nível local, mas que tem muito potencial.

Sabemos que a margem de crescimento é limitada: seja pela condição geográfica, condições climatéricas, a frota pesqueira ou as dificuldades relativas ao transporte da mercadoria. No entanto, estão-se a desenvolver esforços para minimizar o impacto destes condicionantes, os quais permitem uma relativa margem de manobra e que beneficiam tanto as empresas locais, como os clientes finais.

É por causa dos nossos clientes, que acreditam em nós e que nos fazem evoluir, que estamos em crescimento e com perspetivas de alcançar novos mercados, caminhando para evoluir os produtos dos mares dos Açores. A nossa devoção à pesca  e a todo o entorno deste negócio sem dúvida que se reflete nas nossas relações profissionais: ela é mais que um negócio, é um modo de vida, de existir. A todos eles, os nossos mais sinceros agradecimentos.